publicado a: 2016-06-22

8 conselhos para o uso sustentável da água em hortas e jardins

A irrigação é uma das tarefas comuns nas horta e jardins. Fazer uso sustentável da água é muito importante na horticultura e jardinagem e para isso há que aprender a gerir a água de forma eficiente e fazer melhor uso da irrigação.

Neste artigo vamos deixar algumas ideias para ter um jardim ou horta que não desperdice um dos recursos naturais mais precioso: a água doce.

1. Projetar a horta ou jardim de forma a reunir grupos de plantas com as mesmas necessidades hídricas. Este é um dos fundamentos da xerojardinagem e assim é possível fazer um melhor aproveitamento da água. Podemos dividir a horta ou jardim em três zonas de acordo com a exigência de irrigação: zona de baixa necessidade, zona de necessidade média e outra área em que crescem plantas e árvores com as necessidades de água mais elevadas.

2. Escolher variedades de plantas, quer hortícolas quer ornamentais, que exijam baixo consumo de água e evitar ou minimizar o uso das que exigem maior irrigação. Em zonas com pouca ou moderada chuva devem ser preferidas e espécies tradicionais e autóctones já adaptadas e com baixos requisitos de água. Algumas dessas espécies são inclusivamente adaptada a períodos de seca, como o alecrim, a alfazema, a sálvia ou a oliveira. Além disso, é aconselhável evitar ou reduzir o crescimento de plantas que necessitam de mais água, tais como a grama.

3. Utilizar plantas rasteiras. As plantas que revestem o solo ajudam a reduzir a perda de água por evaporação, mantendo a humidade do solo e também são muito úteis para criar espaços verdes visualmente apelativos, tanto em hortas como em jardins. Como exemplos de plantas de cobertura do solo, podemos citar camomila romana, trevo vermelho, chagas ou verbena.

4. Conhecer o tipo de solo. Dependendo do tipo de solo no jardim ou horta poderá ser mais propenso a precisar de mais ou menos água para irrigação. Há solos que não têm capacidade de retenção de água (arenoso), enquanto outro solo impede ou reduzem de filtragem de água (argiloso).

5. Qual é o melhor sistema de irrigação? A maneira mais sustentável de regar a horta ou jardim é através de um sistema de irrigação gota-a-gota. É especialmente adequado para zonas ou meses do ano com altas temperaturas, já que nenhuma água é perdida por evaporação devido ao calor.

6. Qual é o melhor momento para regar? É importante evitar a rega durante o momento de maior de calor do dia. O calor faz com que a água se evapore e seja desperdiçada. De preferência, deve regar-se ao final do dia de forma maximizar o uso da água e a irrigação.

7. Utilizar estrategicamente zonas sombreadas e quebra-ventos nas hortas e jardins. A luz solar direta é um dos fatores que faz com que o solo perca água. Se as plantas forem colocadas à sombra ou em áreas de sombra parcial estamos a reduzir a perda de água. Outro fator comum que aumenta a perda de humidade do solo é o vento. Devem aproveitar-se para-ventos como paredes ou cercas para mitigar o vento e usar outros elementos organicos, tais como arbustos.

8. Outra prática comum em agroecologia e permacultura é mulch ou cobertura. O que se faz é para cobrir a superfície do solo com materiais naturais, tais como agulhas de pinheiro, serragem, casca de árvores, restos de poda, etc. a fim de evitar a perda de água por evaporação, melhorar a fertilidade e humidade do solo e controlar o aparecimento das plantas indesejadas.


Fonte: ECO Agricultor

Comentários

  • Faça login para poder comentar.