publicado a: 2016-10-26

IX Simpósio Ibérico de Maturação e Pós-Colheita

Mais de 100 investigadores nacionais e internacionais, técnicos e especialistas vão estar reunidos de 2 a 4 de novembro no ISEG (em Lisboa) para debater novas técnicas e processos de pós-colheita em fruta e legumes, no IX Simpósio Ibérico de Maturação e Pós-Colheita, coorganizado pela Associação Portuguesa de Horticultura (APH) e pela Sociedade Espanhola de Ciências Hortícolas (SECH).

A Syngenta associa-se ao evento, reconhecendo a importância da investigação e inovação em Pós-Colheita, área onde tem realizado um esforço significativo para disponibilizar novas ferramentas que ajudem os agricultores a garantir uma produção de qualidade, com vista a conquistar mercados cada vez mais exigentes.

Maria do Carmo Pereira, responsável de fungicidas da Syngenta para a Península Ibérica, irá realizar uma apresentação sobre o tema “Fludioxonil, gestão integrada no controlo das doenças de conservação”, a 3 de Novembro, às 14h. O Fludioxonil é uma substância ativa que pertence a uma nova família química dos fenilpirazóis, um agente antifúngico de origem natural que é segregado por algumas bactérias do género Pseudomonas.

A Syngenta lançou este ano no mercado português um fungicida composto exclusivamente por Fludioxonil - o Geoxe - indicado para tratamento dos frutos antes da colheita, visando protegê-los da primeira infeção que pode ocorrer no campo. Por ser a única s.a. desta família em comercialização, existem menores riscos de resistências dos fungos a este novo fungicida.

O Geoxe está homologado para controlo das podridões de conservação em pera e maçã (causadas por Gloesporium spp. e Penicillium expansum), ameixeira, cerejeira e damasqueiro e para controlo da podridão cinzenta (Botrytis cinerea) em uva-de-mesa e uva para vinificação.

A Syngenta recomenda uma estratégia conjunta de aplicação de Geoxe, em pré-colheita, com Scholar, em pós-colheita, no caso de variedades de fruta mais sensíveis ao desenvolvimento de doenças de conservação e/ou destinadas a armazenamento longo. O Geoxe reduz o inóculo que chega à câmara, enquanto o Scholar protege eficazmente contra o desenvolvimento de doenças que podem entrar através de feridas e golpes após a colheita, reforçando os tratamentos anteriores à base de Fludioxonil.

Mais informação sobre o Simpósio AQUI


Comentários

  • Faça login para poder comentar.